segunda-feira, 23 de setembro de 2013

cap.10- 3ª temporada (2/3)

           

— Oi, — eu sussurro.

Ele considera-me friamente, e meu coração gagueja mais uma vez. Oh não. Ele move os dedos longos longe de sua bebida, e coloca o copo sobre a mesa de cabeceira. Eu meio que esperava que ele me beijasse, mas ele não faz. Ele fica para trás, continuando a considerar-me, sua expressão impassível.

— Olá, — diz ele, finalmente, com a voz abafada. E eu sei que ele ainda esta bravo. Realmente bravo.

— Você está de volta.

— Tudo indica que sim.

Lentamente eu me puxo para cima em uma posição sentada, não tirando os olhos de cima dele. Minha boca está seca.

— Há quanto tempo você está sentado me assistindo dormir?

— Tempo suficiente.

— Você ainda esta bravo. — Eu mal posso falar as palavras.

Ele olha para mim, como se considerando sua resposta.

— Bravo, — ele diz como se testando a palavra, pesando até suas nuances, seu significado.
— Não, Demi. Estou muito, muito além de bravo.

Puta merda. Eu tento engolir, mas é difícil com a boca seca.

— Muito além de bravo... Isto não soa bem.

Ele olha para mim, completamente impassível, e não responde. Um silêncio gritante estende-se entre nós. Eu chego ao meu copo de água e tomo um gole, tentando manter meu ritmo cardíaco irregular sob controle.

— Ryan pegou Jack. — Eu tento um rumo diferente, e eu coloco meu copo ao lado do seu na mesa de cabeceira.

— Eu sei, — ele diz friamente. É claro, ele sabe.

— Você vai ser monossilábico por muito tempo?

Suas sobrancelhas se movem fracionada registrando sua surpresa, como se ele não tivesse esperado esta pergunta.

— Sim, — ele diz finalmente.

Oh... Ok. O que fazer? Defesa, é a melhor forma de ataque.

— Desculpe por sair.

— Você está arrependida?

— Não. — Eu digo depois de uma pausa, porque é a verdade.

— Então porque você diz isso?

— Porque eu não quero que você continue com raiva de mim.

Ele suspira pesadamente como se ele estivesse segurando essa tensão por mil horas e passa a mão pelo cabelo. Ele está lindo. Bravo, mas bonito. Eu bebo ele, Joseph está de volta, bravo, mas em uma única peça.

— Eu penso que o detetive Clark quer falar com você.

— Eu tenho certeza que ele quer.

— Joseph, por favor...

— Por favor, o quê?

— Não seja tão frio.

Suas sobrancelhas sobem de surpresa mais uma vez.

— Demetria, frio não é o que estou sentindo no momento. Estou queimando. Queimando com raiva. Eu não sei como lidar com este, — ele para a mão procurando pela palavra,
— sentimento. — Seu tom é amargo.


               Oh merda. Sua honestidade me desarma. Tudo o que eu quero fazer é rastejar em seu colo. É tudo que eu queria fazer desde que eu cheguei em casa ontem à noite. Para o inferno com isso. Movo-me, pegando-o de surpresa e subindo desajeitadamente em seu colo, onde eu me enrolo. Ele não me afasta, que é o que eu temia. Depois de uma batida, ele cruza os braços em volta de mim e enterra seu nariz no meu cabelo. Ele tem cheiro de uísque. Eita, quanto ele bebeu? Ele tem cheiro de corpo limpo também. Ele tem cheiro de Joseph. Eu envolvo meus braços ao redor de seu pescoço e acaricio sua garganta, e ele suspira, mais uma vez, profundamente neste momento.

— Oh, Sra. Jonas. O que eu vou fazer com você? — Ele beija o topo da minha cabeça. Eu fecho meus olhos, saboreando o contato com ele.

— Quanto você bebeu?

Ele acalma.

— Por quê?

— Você normalmente não bebe uísque.

— Este é o meu segundo copo. Eu tive uma noite e tanto, Demetria. Dê ao homem uma folga.

Eu sorrio.

— Se você insiste, Sr. Jonas, — eu respiro em seu pescoço.
— Você tem um cheiro celestial. Eu dormi no seu lado da cama porque seu travesseiro tem o seu cheiro.

Ele fuça meu cabelo.

— Serio? Eu me perguntava por que você estava deste lado. Eu ainda estou bravo com você.

— Eu sei.

Sua mão ritmicamente acaricia minhas costas.

— E eu estou com raiva de você, — eu sussurro.

Ele para.

— E o que, que eu fiz para merecer a sua ira?

— Eu vou te dizer mais tarde, quando você não estiver mais queimando com raiva. — Eu beijo seu pescoço. Ele fecha os olhos e se inclina para o meu beijo, mas não faz nenhum movimento para me beijar de volta. Seus braços estão em volta de mim, me apertando.

— Quando eu penso no que poderia ter acontecido... — Sua voz é apenas um sussurro. Quebrada, bruto.

— Estou bem.

— Oh, Demi. — É quase um soluço.

— Estou bem. Estamos todos bem. Um pouco abalada. Mas Gail está bem. Ryan está bem. E Jack se foi.

Ele balança a cabeça.

— Não graças a você, — resmunga.

O quê? Eu me inclino para trás e olho para ele.

— O que você quer dizer?

— Eu não quero discutir sobre isso agora, Demi.

Eu pisco. Bem, talvez eu queira, mas decido não ir contra ele. Pelo menos ele está falando comigo. Eu me aninho nele mais uma vez. Seus dedos se movem para meu cabelo e começa a brincar com ele.

— Quero puni-la, — ele sussurra.
— Realmente bater em você, — ele acrescenta. Meu coração salta em minha boca. Foda-se.

— Eu sei, — eu sussurro enquanto o meu couro cabeludo se eriça.

— Talvez eu faça.

— Eu espero que não.

Ele me abraça mais apertado.

— Demi, Demi, Demi. Você teria a paciência de um santo.

— Eu poderia acusá-lo de muitas coisas, Sr. Jonas, mas ser um santo não é um

deles.

Finalmente eu sou abençoada com sua risada relutante.

— Fazendo um ponto bem feito como sempre, Sra. Jonas. — Ele beija minha testa.

— Volte para a cama. Você teve uma noite longa, também. — Ele se move rapidamente, me levanta e me coloca de volta na cama.

— Deita comigo?

— Não. Tenho coisas para fazer. — Ele se abaixa e pega o copo.
— Volte a dormir. Eu vou acordá-la em um par de horas.

— Você ainda está com raiva de mim?

— Sim.

— Eu vou voltar a dormir, então.

— Bom. — Ele puxa o edredom em cima de mim e beija minha testa mais uma vez.

— Durma.

E porque eu estou tão grogue da noite anterior, aliviada de que ele esteja de volta, e emocionalmente cansada por causa do nosso encontro de manhã cedo, eu faço exatamente como ele disse. Enquanto eu divago, estou curiosa embora grata, dado o gosto ruim na minha boca, saber por que ele não implantou seu mecanismo usual me enfrentado e sim pulou fora.


xxx

— Há um pouco de suco de laranja para você aqui, — Joseph diz, e meus olhos se abrem de novo.

Eu tinha descansado por mais duas horas de sono que me lembro, e eu acordo revigorada, minha cabeça não mais latejante. O suco de laranja é bem-vindo, como o meu marido. Ele está todo suado. E eu estou momentaneamente de volta para o Hotel Heathman e a primeira vez que eu acordei com ele. Sua barriga de tanquinho está úmida com seu suor. Ou ele estava na academia que fica no porão ou ele foi para uma corrida, mas ele não deveria parecer assim tão bom depois de um treino.

— Eu vou tomar um banho, — ele murmura e desaparece para o banheiro.

              Eu franzo a testa. Ele ainda está distante. Ele quer me distrair com tudo o que aconteceu, ou ainda está bravo, ou... O que? Sento e alcanço o suco de laranja, bebo muito rapidamente. Está delicioso, frio, e faz minha boca um lugar muito melhor. Eu escalo para fora da cama, ansiosa para fechar a distância, real e metafísica, entre o meu marido e eu. Olho rapidamente para o alarme. São oito horas. Eu retiro a camisa de Joseph e o sigo até o banheiro. Ele está no banho, lava seu cabelo, e eu não hesito. Eu escorrego atrás dele, e ele endurece no momento que eu envolvo meus braços em volta dele, minha frente em suas costas. Eu ignoro a reação dele, segurando-o com força, e pressiono minha bochecha contra ele, fechando os olhos. Depois de um momento, ele muda e estamos sob a cascata de água quente e continua a lavar o cabelo. Eu deixo a água me lavar enquanto eu olho o homem que eu amo. Eu penso em todas as vezes que ele me comeu e em todas as vezes que ele fez amor comigo aqui. Eu franzo a testa. Ele nunca esteve tão tranquilo. Virando a cabeça, eu começo a trilhar beijos em toda suas costas. Seu corpo enrijece novamente.

— Demi, — ele adverte.

— Hmm.

Minhas mãos viajam lentamente para baixo sobre a sua barriga. Ele coloca suas mãos na minha e leva-as para uma parada abrupta. Ele balança a cabeça.

— Não, — ele adverte.

               Eu liberto-o, imediatamente. Ele está dizendo não? Minha mente entra em queda livre, isso já aconteceu antes? Meu subconsciente balança a cabeça, os lábios franzidos. Ela me olha sobre seus óculos de meia-lua, vestindo seu olhar de "você realmente fodeu tudo agora." Eu sinto como se tivesse levado um tapa, duro. Rejeitada. E uma vida de insegurança gera o pensamento feio de que ele não me quer mais. Eu suspiro enquanto a dor vem através de mim. Joseph se vira, e eu estou aliviada ao ver que ele não está completamente alheio aos meus encantos. Agarrando meu queixo, ele inclina a cabeça para trás, e eu me encontro olhando em seus desconfiados, olhos bonitos.

— Eu ainda estou fodendo de raiva de você, — ele diz, com a voz calma e grave.

Merda! Inclinando-se, ele descansa sua testa contra a minha, fechando os olhos. Eu chego e acaricio seu rosto.

— Não fique com raiva de mim, por favor. Eu acho que você está exagerando, — eu sussurro.

Ele se endireita, ficando branco. Minha mão fica livre ao meu lado.

— Exagerando? — Ele rosna.
— Algum lunático da porra entra em meu apartamento para sequestrar minha esposa, e você acha que eu estou exagerando! — A ameaça contida na sua voz é assustadora, e os seus olhos brilham enquanto ele olha para mim como se eu fosse à porra do lunático.

— Não... Hmm, não é a isso que eu estava me referindo. Eu pensei que isso era sobre eu ter saído.

Ele fecha os olhos, mais uma vez como se estivesse com dor e balança a cabeça.

— Joseph, eu não estava aqui. — Eu tento apaziguar e tranquilizá-lo.

— Eu sei, — ele sussurra abrindo os olhos.
— E tudo porque você não pode seguir um simples pedido de merda. — Seu tom é amargo e é a minha vez de ficar branca.
— Eu não quero discutir isso agora, no chuveiro. Eu ainda estou fodendo com raiva de você, Demetria. Você está me fazendo questionar meu julgamento. — Ele se vira e imediatamente deixa o chuveiro, agarrando uma toalha no caminho e sai para fora do banheiro, deixando-me despojada e refrigerada sob a água quente.


                Merda. Merda. Merda. Em seguida, o significado do que ele acabou de dizer amanhece em mim. Sequestrar? Foda-se. Jack queria me raptar? Lembro-me da fita adesiva e não querendo pensar muito profundamente sobre por que Jack tinha isso. Joseph tem mais informações? Apressadamente eu me lavo, em seguida passo shampoo e lavo meu cabelo. Eu quero saber. Preciso saber. Não vou deixar ele me manter no escuro sobre isso.





              Joseph não está no quarto quando eu saio. Eita, ele se veste rapidamente. Eu faço o mesmo, colocando meu vestido ameixa favorito e sandálias pretas, e eu estou consciente que eu escolhi essa roupa porque Joseph gosta. Eu vigorosamente seco meu cabelo com a toalha, então tranço-o e enrolo em um coque. Coloco meus brincos de diamantes, corro para o banheiro para aplicar um pouco de rímel e olho-me no espelho. Estou pálida. Caramba, estou sempre pálida. Eu respiro fundo e firme. Eu preciso enfrentar as conseqüências da minha decisão precipitada para realmente me divertir com minha amiga. Eu suspiro, sabendo que Joseph não vai vê-lo dessa forma. Joseph está longe de ser visto na sala grande. Sra. Jones está ocupando-se na cozinha.

— Bom dia, Demi, — ela diz docemente.

— Bom dia, — eu sorrio amplamente para ela. Sou Demi de novo!

— Chá?

— Por favor.

— Alguma coisa para comer?

— Por favor. Eu gostaria de uma omelete esta manhã.

— Com cogumelos e espinafre?

— E queijo.

— Claro.

— Onde está Joseph?

— Sr. Jonas está no escritório.

— Ele tomou café da manhã? — Eu olho para os dois lugares definidos no bar.

— Não, senhora.

— Obrigado.


               Joseph está no telefone, vestido com uma camisa branca sem gravata, parecendo cada parte do CEO relaxado. Como as aparências podem ser enganadoras. Talvez ele não esteja indo para o escritório depois de tudo. Ele olha para cima quando eu apareço na porta, mas balança a cabeça para mim, indicando que não sou bem vinda. Merda... Viro-me e vago desanimada de volta para o bar. Taylor aparece vestido com um terno escuro, parecendo que teve oito horas de sono ininterrupto.

— Bom dia, Taylor, — murmuro, tentando avaliar o seu estado de espírito e ver se ele vai me oferecer todas as indicações visuais sobre o que vem acontecendo.

— Bom dia, Sra. Jonas, — ele responde, e eu ouço a simpatia naquelas quatros palavras. Eu sorrio com compaixão de volta para ele, sabendo que ele teve de suportar um irritado e frustado Joseph retornando de Seattle antes do previsto.

— Como foi o vôo? — Atrevo-me a perguntar.

— Longo, Sra. Jonas. — Sua brevidade fala.
— Posso perguntar como você está?— Ele acrescenta, amolecendo seu tom.

—Estou bem.

Ele acena.

— Se você vai me desculpar. — Ele se dirige para o escritório de Joseph. Hmm. Taylor está autorizado a entrar, mas eu não.

— Aqui está. — Sra. Jones coloca meu café da manhã na minha frente.

Meu apetite desapareceu, mas eu como de qualquer jeito, não querendo ofendê-la. Enquanto eu termino o que posso do meu café da manhã, Joseph ainda não saiu de seu escritório. Será que ele está me evitando?

— Obrigado, Mrs. Jones, — murmuro, me levantando e me dirijo para o banheiro para escovar os dentes.


               Enquanto os escovo, me lembro do mau humor de Joseph e sobre os votos de casamento. Ele está enfurnado em seu escritório. É isto? Ele está de mau humor? Eu tremo só de me lembrar de seu pesadelo. Isso vai acontecer de novo? Nós realmente precisamos conversar. Eu preciso saber sobre Jack e sobre o aumento da segurança para os Jonas, todos os detalhes que foram escondidos de mim, mas não de Miley. Obviamente Elliot fala com ela. Eu olho para o meu relógio. São 08:50, estou atrasada para o trabalho. Eu termino de escovar meus dentes, aplico um pouco de gloss, pego meu casaco leve preto, e volto para a grande sala. Estou aliviada ao ver Joseph ali, comendo seu café da manhã.

— Você vai?— Ele diz, quando me vê.

— Para o trabalho? Sim, claro. — Corajosamente, eu ando em direção a ele e descanso minhas mãos na borda do bar. Ele olha para mim sem expressão.

— Joseph, nós voltamos a uma semana. Eu tenho que ir para o trabalho.

— Mas... — ele para, e passa a mão pelo cabelo. Mrs. Jones caminha calmamente para fora da sala. Discreta, Gail, discreta.

— Eu sei que temos muito a falar. Talvez, se você já se acalmou, podemos fazê-lo esta noite.

Sua boca se abre com desânimo.

— Acalmou? — Sua voz é estranhamente macia. Eu coro.

— Você sabe o que eu quero dizer.

— Não, Demetria, eu não sei o que você quer dizer.

— Eu não quero brigar. Estava vindo pra perguntar se eu poderia levar meu carro.

— Não. Você não pode, — ele se mexe.

— Tudo bem. — Eu falo imediatamente.

Ele pisca. Ele estava obviamente esperando uma briga.

— Prescott vai acompanhar você. — Seu tom é um pouco menos beligerante.

                Caramba, não Prescott. Eu quero fazer beicinho e protesto mas decido contra isso. Certamente agora que Jack foi capturado podemos cortar a nossa segurança. Eu me lembro da minha mãe "palavras de sabedoria" falando um dia antes do meu casamento. "Demi, querida, você realmente tem que escolher suas batalhas. Ele vai fazer o mesmo com os seus filhos quando os tiver." Bem, pelo menos ele está me deixando ir trabalhar.

— Ok, — eu murmuro.

              E porque eu não quero deixá-lo assim com muita tensão não resolvida e tanto entre nós, eu passo hesitante em direção a ele. Ele endurece, arregalando os olhos, e por um momento ele parece tão vulnerável, ele puxa em algum lugar profundo, escuro no meu coração. Oh, Joseph, eu sinto muito. Beijo-o castamente no lado de sua boca. Ele fecha os olhos como se saboreando o meu toque.

— Não me odeie, — eu sussurro.

Ele pega a minha mão.

— Eu não odeio você.

— Você não me beijou, — eu sussurro.

Ele me olha com desconfiança.

— Eu sei, — resmunga.

               Estou desesperada para perguntar-lhe por que, mas eu não tenho certeza se quero saber a resposta. Abruptamente ele se levanta e agarra meu rosto entre suas mãos, e num piscar de olhos os seus lábios estão nos meus. Eu suspiro com surpresa, inadvertidamente concedo seu acesso. Ele tira proveito, invadindo minha boca, clamando-me, e assim que eu estou começando a responder ele me libera, sua respiração acelerada.

— Taylor vai levar você e Prescott a SIP, — ele diz, com os olhos queimando com precisão.
— Taylor, — ele chama. Eu coro, tentando recuperar alguma compostura.

— Senhor. — Taylor está de pé na porta.

— Diga a Prescott que a Sra. Jonas está indo para o trabalho. Você pode levá-las, por favor?

— Certamente. — Virando em seu calcanhar, Taylor desaparece.

— Se você pudesse tentar ficar longe de problemas hoje, eu apreciaria isso, — Joseph resmunga.

— Eu vou ver o que posso fazer. — Eu sorrio docemente. Um relutante meio sorriso se forma nos lábios de Joseph, mas ele não sorri.

— Eu te vejo mais tarde, então, — ele diz friamente.

— Mais tarde, — eu sussurro.


--------------------------------------------------------------------------Antes de tudo, obrigada Karol, você é uma pessoa especial, uma alma linda. 

Obrigada pela força, as orações e me desculpem a demora, é tudo muito recente e eu não sei lidar com perdas, ainda mais da minha mãe. Tenho em meu coração que ela volta e isso foi só um sonho ruim, obrigada pelas mensagens de apoio. Eu to desanimada, desculpa se fui fria nas respostas de comentários, mas eu não gosto de falar muito sobre... dói demais. Eu não tinha e nem tenho nada pronto aqui no blog e nem tenho cabeça pra isso, mas eu não desisti e nem penso nisso. Só me perdoem se eu demorar, bjs lua.

Obrigada pelo selinho http://fanficss-jemi.blogspot.com.br/2013/09/selinho-o.html quando puder, repasso.

Uma seguidora fez essa capa pra mim, amei... posso usar?

Enfim, bjs até...

39 comentários:

  1. Será que poderia ver e divulgar esse blog:
    http://reviverstories.blogspot.pt/
    Foi criado à um dia e é um blog criado como se fosse uma homenagem aos escritores do Blogger.Se quiser participar,ou pertencer,avise a dona do blog por comentário.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oie minha querida toda positividade do mundo desejo a você...
    A tia sempre vai estar aqui,tenha seu tempo e fique bem...
    Sonho com uma parceria bem hot com você...vai ser um eclipse total a Lua eo Sol...
    Poste quando der,mais bem rapidinho viu...Jemi tons adogoooo
    Beeeeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADA KAROL, gosto demais de você... sério!

      Vamos fazer uma fic juntas sim, já pensou?

      Posto hoje, desculpa a demora bjs

      Excluir
  3. vc n vai postar mais nao? Pf, responda, to viciada em sua fic e nao aguento parar de ler

    ResponderExcluir
  4. hum o Joe esta muito esquisito, ai tem coisa a se tem

    ResponderExcluir
  5. posta logoooooooooooooooooooooooo. Meus pesames p vc

    ResponderExcluir
  6. Uau Jonas... Por essa eu não esperava. Eu realmente me surpreendi com ele!!
    Querida, deve realmente está sendo muito difícil pra você e eu não sabia se devia ou não mandar uma mensagem de apoio pra você, resolver melhor não e dá um espaçinho pra você. Mas quero que saiba que fiquei pensando em você durante esse tempo e orando por toda sua família, sem mais delongas fica forte e siga em frente. obrigada por postar mesmo assim. Sempre em minhas orações... By: Mandy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mandy, não se preocupa estou me "recuperando"

      Preciso continuar a postar, comecei esse projeto e preciso terminar, me desculpa a demora bjs lua

      Excluir
  7. Se sinta livre para demorar o tempo que precisar, não se sinta obrigada a postar se não consegue faze-lo. Apenas fique forte e bem.

    E quanto a capa, você pode usa-la sim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por me entender, isso é muito importante pra mim... qual seu nome? Obrigada pela capa amei

      Excluir
  8. Primeiro de tudo eu sinto muito pela sua perda, e segundo eu amei o cap, FIQUE FORTE, beijinhos Dani

    ResponderExcluir
  9. Own perfeito como sempre, ta lindo demais Lua, demore o tempo q precisar amiga, bjsss Deus esta contigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Izam esse apoio é que eu preciso... bjs

      Excluir
  10. perfeitoo lua o capitulo realmente foi uma briga pequena,mas o capitulo foi perfeito<3 amei demore o tempo que precisar para postar,sinto muito pela sua mãe, stay strong, bjs lua,fica com deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por entender, fica com Deus bjs yasmine

      Excluir
  11. poste logo, nao deixe seus leitores na mao, existe gente viciada na fic

    ResponderExcluir
  12. Amei o capitulo lua, perfeito como sempre. Joseph frio e difícil...hmm, tomara que essa maré de 'brigas' não dure muito.
    Toda força do mundo pra você e nós te amamos e sempre vamos estar aqui com você, por você!
    Beijos, te amamos.
    <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, muito obrigada... as meninas que acompanham aqui sabe que não sou de deixar de postar, mas eu realmente preciso de um tempo pra mim... bjs

      Excluir
  13. Continue sendo forte amor, estamos sempre aqui com você, mesmo agora sendo um momento dificil estamos aqui e espero que fique bem logo.
    Amando a fic,,, hmmm o hot? por favor we need hot aushiaud beeijos. fica bem. estamos com você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. è sim, desculpa a demora... mas só quem passa por isso sabe o quão difícil é, enfim, o hot ta perto.... kkk

      Excluir
  14. Oi!Eu vinha pedir para que visse um blog.
    A escritora está descontente pois com esta nova história perdeu muitos seguidores e leitores e eu,que sou fã das histórias dela,tenho medo que ela acabe por excluir o blog.
    Será que se lesse a história nova dela "O colégio Interno" e se gostasse que poderia seguir e comentar algo?
    Agradeço desde já.
    O blog é esse: http://dianaisabelpinto.blogspot.pt/

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu to sem tempo pra ler fics, assim que puder entro ok?

      Excluir
  15. Leitora nova AMEI o blog,melhor fic q já li,POSTA LOGO...muito anciosa pra saber o q vai acontecer com jemi.

    ResponderExcluir
  16. Caralho vei :(
    eu entendo que você é muito ocupada e pa, mas, demora muito poxa :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ??????????? Eu falei que precisava de um tempo, sinto muito, sei que demorei, mas a situação que eu passo não tá fácil. Eu tempo meu tempo e faço o possível pra postar sempre,

      Excluir
  17. ei ela pode demorar o tempo que precisar ta legal, o blog é dela e ela esta passando por momentos difícil agora então e só esperar .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu imaginei uma pessoa resmungando isso, e awww jdfk.nfdn obrigada viu? não se preocupa

      Excluir
  18. Oi lua , estou acompanhando sua fic a pouco tempo , bom nunca comentei por que imaginei que nem viria por serem capítulos antigos , más aqui estou consegui lhe alcançar >< .
    ân eu não sei ao certo o que aconteceu contigo, falta de leitura minha com certeza , leio pelo celular , o que dificulta pra mim , Más não irei perguntar o que aconteceu , como você mencionou isso Dói não irei lhe atordoar com questionários , bom independente do que esta acontecendo contigo , mesmo não te conhecendo sei que és forte , você pode tirar essa força de dentro de si , para caminhar daqui para frente...
    Bom a sua fic , ãn oque dizer " Perfeita " Você escreve excelente , eu amo ler sua fic ... já cheguei a ir dormir as 5:45 lendo ela AHSUHAU
    só fui dormir por que ia ter aula de musica as 9:30 , se não sabe lá que horas eu iria dormir kkkk , definitivamente você é espetacular , espero que não deixe de postar o resto da fic , nem atropelar ela , pra acabar logo , ãn , acho que é isso , devo lhe dar os parabéns , numca deixe de escrever...
    espero o próximo capitulo ansiosa ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fic é grande, acompanhar demora um pouco mesmo kkkk seja bem vinda.... Obrigada pela força, quase ninguém entende... mas quem me apoia eu sei que é de coração...
      Enfim, minha fic nem é perfeita kkkk
      Obrigada por ler, posto hoje bjs

      Excluir
    2. pois é levei um tempo pra lhe alcançar.
      ãn Obrigada <33
      - faço o que posso ,mão gosto de ver pessoas tristes isso me deixa triste também ;s
      - é perfeita sim , eu amo demais <33

      Excluir
  19. posta logo cara, eu to viciada na tua fic e por sua culpa começei a me cortar, eu to muito viciada msm n posso viver sem

    ResponderExcluir
  20. Não, eu vou fingir que não li isso pra não te dar uma resposta bem mal educada

    ResponderExcluir